Fila Brasileiro: saiba tudo sobre esse cachorro grande

O Fila Brasileiro é fruto de uma mistura de outras raças. Também conhecido como Mastim Brasileiro, ele é um cão grande e robusto assim como qualquer Mastim.

Esta raça é conhecida por suas habilidades de rastreamento e agressividade, qualidades que podem ser valiosas em um cão de caça, pastoreio ou mesmo um cão de guarda. Por outro lado, o Fila pode ser um pouco impetuoso e requer treinamento desde filhote.

Para quem gosta de se exercitar ao ar livre, o Fila Brasileiro é o cão ideal. Com energia de sobra, esse cão precisa de uma boa dose diária de exercícios e brincadeiras.

Embora o Fila Brasileiro seja uma excelente raça para cães de guarda, seu temperamento e tamanho indicam que ele não é a raça certa para qualquer dono. É preciso disposição e energia para dominar essa raça ágil, teimosa, mas também muito amorosa.

Ficha técnica: Fila Brasileiro

Altura: 65 a 75 cm para os machos e 60 a 70 cm para as fêmeas

Peso: 45 a 50 quilos

Expectativa de vida: 9 a 12 anos

Melhor para: Famílias com crianças, solteiros ativos, casa com quintal, guarda, cão de guarda, cão de trabalho

Temperamento: Carinhoso, dócil, protetor, territorial

Nome em inglês: Brazilia Mastiff

História do Fila Brasileiro

O surgimento exato da raça é incerto. A maioria dos relatos informa que o Fila Brasileiro surgiu na época da colonização do Brasil. Ele é resultado de uma mistura de raças: Bloodhound, Mastim e Bulldog. O Fila foi criado com o objetivo de afastar predadores das plantações e evitar a fuga de escravos. Como se trata de uma raça bastante ágil, apesar do tamanho, o Fila Brasileiro é um excelente caçador e sabe como perseguir.

Uma das suas características é agarrar as presas pelo pescoço. Por conta disso, muitos países consideram que se trata de uma raça agressiva e acabaram proibindo o Fila.

Os primeiros padrões da raça foram reconhecidos em 1946. Porém, somente em 1960 a raça foi reconhecida oficialmente pela Federação Internacional de Cinologia.

Características físicas

O Fila Brasileiro é uma raça de grande porte. Sua altura pode variar entre 65 a 75 cm para os machos e 60 a 70 cm para as fêmeas e pode pesar em torno de 45 a 50 quilos.  A raça conta com um porte bastante robusto e postura de cão de guarda. Suas orelhas são longas e caídas e focinho preto e o rabo sempre longo. É comum ter manchas brancas nas patas, peito e ponta do rabo.

A pelagem do fila é curta, grossa e bastante lisa. Porém, eles trocam de pelos com frequência e não são uma boa opção para donos alérgicos.

Personalidade

O Fila Brasileiro é um cão grande com uma quantidade imensa de energia. Por isso, é essencial reservar grandes espaços para que esse cão possa correr, se exercitar e gastar um pouco da sua energia. Não se trata de um cão de apartamento, mesmo que o dono tenha experiencia com cães e esteja disposto a passear todos os dias.

Uma das características marcantes dessa raça é a obstinação, afinal, eles trazem no sangue o DNA dos cães de caça. Também conhecidos como Mastim Brasileiro, os filas precisam de donos consistentes e firmes no comando. Como são muito enérgicos e até um pouco teimosos, os filas necessitam de treinamento desde filhotes. Eles também precisam socializar com outras pessoas e cães para que não se tornem agressivos.

Apesar do tamanho e de ter uma fama de raça agressiva, o Fila Brasileiro é bastante dócil e fiel. Para isso, no entanto, ele precisa ser treinado. Ele também não costuma latir muito e é bem tranquilo se tiver espaço e entretenimento o suficiente para gastar sua energia.

Socialização

Seu temperamento é forte e impetuoso, por isso, o Fila Brasileiro não é um cão tão simples de se controlar. Trata-se de uma raça que foi criada para caçar e perseguir e isso se reflete no seu comportamento.

O Fila Brasileiro, assim como outros cães Mastim, possui um forte instinto de proteção. Por isso, ele é um excelente cão de guarda, porém, também pode ser agressivo com outras pessoas e animais estranhos a casa.

Para que o Fila não se transforme em um monstro, é essencial treinar a raça, bem como, socializar com outras pessoas e cães desde filhote. Isso evitará que ele se torne um cão medroso e agressivo e seja capaz de proteger a casa e a família sem realizar nenhum incidente.

Para as crianças, o Fila pode ser um ótimo companheiro desde que bem treinado. Para que ele não machuque os pequenos com toda a sua energia é essencial estabelecer limites para o cão, além de ensinar as crianças a interagirem com ele. 

Com relação a outros animais, não é recomendado criar um fila com outros animais menores. Isso porque seu instinto de caçador acaba vendo pequenos pets como presas. Para evitar incidentes, o melhor é evitar ou ter outro cão de grande porte para lhe fazer companhia.

Cores

O Fila Brasileiro tem uma pelagem curta e suave, que vem em uma variedade de cores e padrões. As cores mais comuns são castanho, preto e tigrado, com ou sem uma máscara preta. O branco é uma cor muito incomum para o Fila Brasileiro, embora os cinzas claros não sejam incomuns. Como a pelagem é muito curta e macia, a limpeza é bastante fácil: esse cão pode ser escovado com uma escova de cerdas várias vezes por semana.

Cuidados & Saúde

O Fila Brasileiro é uma raça que precisa se exercitar com consistência. Além de ser uma raça enérgica, os Filas possuem tendência a obesidade. Assim, exercícios e alimentação equilibrada são essenciais para essa raça.

Os Filas também merecem uma atenção com as orelhas. A limpeza periódica, além de evitar fungos, pode evitar também a presença de parasitas. Por fim, cortar as unhas de vez em quando é essencial, para que não machuque as patas.

Escovações constantes ajudam a manter o pelo bonito e saudável.

A escovação dos dentes deve ser feita pelo menos três vezes por semana para evitar o tártaro e outros problemas bucais. O uso de brinquedos que auxiliam na limpeza dos dentes também pode ser uma boa pedida.

O Fila é um cão bastante saudável. Porém, devido ao porte é uma raça mais suscetível a problemas musculoesqueléticos como displasia da anca e displasia do cotovelo. Eles também apresentam maior risco de dilatação gástrica.

Nível de atividade física

O Fila Brasileiro precisa se exercitar bastante. Bastante mesmo! Por isso, ele não é uma raça recomendada para apartamentos. Mesmo que o dono seja experiente com cães em pequenos espaços, dificilmente o Fila Brasileiro se adapta nessas condições.

Ele também necessita de espaço para correr e se movimentar. Caminhadas longas, pequenas corridas e brincadeiras ativas ao ar livre são fundamentais para a saúde física e mental dessa raça.

Expectativa de vida do Fila Brasileiro

O Fila Brasileiro é uma raça que pode durar entre 9 a 12 anos.

Fila Brasileiro: Curiosidades

Existem algumas curiosidades relacionadas ao Fila Brasileiro. Confira as principais:

  • Para quem gostava de Xuxa, o Txutxucao, personagem do programa, era uma animação de um fila brasileiro
  • Devido ao temperamento considerado agressivo, o Fila Brasileiro é proibido e tem restrições em alguns países como Dinamarca, Reino Unido, Austrália, Nova Zelândia e Noruega
  • O Fila Brasileiro se dá muito bem com climas quentes, mas pode sofrer com temperaturas extremas sejam eles no frio ou no calor
  • A origem do Fila Brasileiro ainda é incerta. Além do buldogue, bloodhound e mastim, há quem afirme que a raça leva alguns traços de cães selvagens no DNA.
  • Em pinturas brasileiras do século 19, já é possível ver o fila brasileiro auxiliando na caça de bois, vacas e ovelhas
  • Para ter um Fila Brasileiro é importante que o dono tenha paciência e pulso filme. Essa raça pode ser que pode se ser bastante teimosa se for contrariada.
  • Os filas desenvolvem uma grande ligação afetiva com os donos e oferecem muito amor e carinho.
Pet Shop Online Barato com Desconto

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *